Idioms – Expressões Idiomáticas

Idioms são expressões idiomáticas usadas em inglês e que, mesmo traduzindo seu significado, ainda carecem de uma explicação ou interpretação. Em português também temos as nossas expressões, como por exemplo, “trocar os pés pelas mãos” ou “colocar o pé na jaca” ou “resolver um pepino”. Ou seja, um nativo de uma língua estrangeira que aprende o português terá uma certa dificuldade de sacar sobre o que está se falando, a menos que os estude um por um.

Logicamente que é uma tarefa árdua simplesmente aprender todas as expressões idiomáticas de uma língua, mas claro que sempre podemos nos aprimorar e estudá-las bastante.

E o mais legal são as histórias por detrás de certas expressões. Muitas são muito interessantes, como por exemplo as que eu elenquei a seguir:

1 – at the drop of a hat.

“I love dancing, if you call me I go to your party at the drop of a hat!”

(Eu adoro dançar, se você me chamar vou para a sua festa na hora!)

Essa expressão surgiu no final do século XVIII, quando uma das regras dos duelos , era que o embate iniciaria quando alguém deixasse cair um lenço. Mas no século XIX, no velho oeste, esta sinalização foi trocada por um chapéu (hat) que era erguido acima da cabeça e rapidamente abaixado para que uma corrida de cavalos começasse imediatamente.

Então ficou uma expressão para dizer que algo é para ser feito imediatamente, sem hesitação.

2 – Beat about the bush

Ok, stop beating about the bush and tell me why you came here!
(Ok, pare de fazer rodeios  e me diga por que você veio aqui!)

Esta frase vem do século XIV, quando os caçadores batiam com paus em arbustos para assustar as presas. E era um trabalho barulhento e muito impreciso. Por isso que “to beat about the bush” é abordar um objetivo de forma indireta e vaga, ou seja, fazer rodeios!

3 – Bootleg

“Did you bring that Beatles bootleg from London?”
(Você trouxe aquele bootleg dos Beatles de Londres?)

Se você é fã de música, especialmente rock, a palavra bootleg não é nenhuma novidade. Ela define, nesse caso, um disco – ou CD – não oficial e de uma gravadora pirata.  Mas o que a maioria das pessoas não sabe é por que chama-se bootleg.

Em 1834 o comércio ilegal de bebeidas alcóolicas nos EUA acontecia dentro dos canos das botas dos viajantes. O nome vem daí! Durante a Lei Seca (1920 – 1933) apelidaram de booleggers os criminosos que contrabandeavam as bebidas.

Então bootleg virou sinônimo de produto fruto de uma produção ou comercialiação ilegal. Muito menos perigoso do que contrabandear bebidas, evidentemente.

4 – Blockbuster

Wow, that film is a real blockbuster!
(Nossa, aquele filme é realmente um sucesso!)

O primeiro “blockbuster” (literalmente, “arrasa quarteirões”) era uma bomba de 1814 quilos usada pela força aérea do Reino Unido para destruir alvos alemães em 1941. O apelido de blockbuster foi dado, evidentemente, porque a bomba destruía um quarteirão inteiro de uma cidade.
Nos anos 80 esse nome começou a ser usado como um superlativo pela indústria cinematográfica para definir um filme campeão de bilheterias.

That’s it for now! Take care!