Dicas Rápidas e Rasteiras

Vamos a elas?

1 – Para dar um gás na leitura em inglês, procure sempre um artigo, revista ou livro um nível atrás do seu, e tenha em mãos um dicionário. Você vai ficar impressionado de como simples 15 minutos dedicados à leitura enriquecem o vocabulário e compreensão. Procurem os readers, que são livros adaptados ao nível do aluno. Você pode encontrá-los nas melhores livrarias do ramo, como a Disal e a SBS.

2 – Sabe as palestras do TED? (www.ted.com). Ali você encontra os mais diversos assuntos com temas atuais e muitos de teor divertido. O legal é que você pode baixar os vídeos com a legenda que quiser. A dica é baixar com as legendas em inglês mesmo. E force um pouco a massa cinzenta baixando palestras de assuntos totalmente diferentes da sua área profissional ou de estudo. É uma maneira de estudar inglês e ficar mais ligado no que acontece.

3 – Nunca menospreze o estudo da gramática. Eu sei, isso pode ser um pouco chato, mas é importante. Se você dedicar uma hora na semana para rever questões gramaticais,  a sua performance na construção de frases mais complexas, por exemplo, vai ser muito melhor. Livros muito bons para esse fim são da Cambridge, da série Grammar in Use.

4 – Já está num nível de conversação? Invista numa imersão. Aqui no RS o grupo de professores e entusiastas do inglês The Fools mantém programas mensais de imersão durante um final de semana inteiro numa fazenda no interior de Novo Hamburgo. Se quiser maiores informações, dá uma olhada na página deles: www.thefools.com.br .
Grupos de conversação semanais também é uma ideia muito legal e que está dando certo em algumas cidades na Europa. Eu mesmo promovo tais encontros. Fale comigo ;o)

 

That’s all for now, guys! Stay tuned for more hints!