O fim de semana em que eu virei um Fool!

grupo

 

Em um final de semana de junho, tive a honra de participar de um programa de imersão de inglês no sítio Pé na Terra organizada pelo The Fools. Trata-se de um projeto que existe desde 2013 pelas mãos dos do Diego, do Leo, do Gabriel e da Milena!

Na sexta-feira do dia 16 de junho, depois de dirigir cerca de 40 minutos da minha casa, chego ao Sítio Pé na Terra, no interior de Novo Hamburgo lá pelas 19 horas, que é quando eles recebem a nova leva de “fools” para adentrar o final de semana de atividades que termina depois do almoço de domingo. Diego Alano, um dos proprietários, me recebeu já falando em inglês, pois ali a regra é clara: portuguese not allowed during the program! Naquela noite já havia um grupo que estava na imersão desde quarta-feira, pois há pacotes diferentes pra quem quer ficar mais tempo. Sou levado até o dormitório para deixar minha mochila e depois me juntar aos demais. Já de cara fico maravilhado com o lugar. Um sítio de 50 hectares que é da família do Diego, e que serve perfeitamente à ideia do programa de imersão – que, a propósito, não é só de inglês, em outras datas há programas de espanhol, francês e alemão.

O lugar, que tem uma área verde enorme com lagos e descampados para jogos e demais atividades ao ar livre, conta com um refeitório, uma parte coberta com jogos como pingue-pongue, fla-flu, jogos de tabuleiro em inglês, redes para descansar e violões dispostos na parede para quem quiser se atrever a algumas dedilhadas.

Atrás tem um espaço para o bonfire, ou fogo de chão, onde a galera se reúne depois do dia de atividades e workshops pra jogar conversa fora e rir – tudo em inglês, claro.

Os instrutores ficam junto da gente, seja para curtir um bom papo, ou mesmo para manter o inglês presente e mandar qualquer tentativa de deslize no português pra fora dali. O australiano James Jackson, que veio pro Brasil após casar com uma brasileira, é um deles. Sempre disposto a um bom papo e com a capacidade de brincar com o próprio – forte – sotaque de Downunder. Também pude conhecer Simon, que é inglês e que naquele fim de semana nos ensinou sobre a cultura britânica e o humor da terra da Rainha em dois workshops. Roger, um brasileiro que morou fora e tem um inglês impecável foi responsável pelas oficinas de massagem, Yoga, e trilhas. Ash, que é indiana e também viajou praticamente o mundo todo, deu workshop de culinária indiana e técnicas para falar em público. Aliás, o The Fools tem mais de 30 instrutores de cerca de 9 nacionalidades diferentes. Claro que não são todos que participam do mesmo final de semana, isso depende do número de pessoas inscritas a cada programa.

IMG_0193

From left to right: Simon, Roger, James and me

 

Uma preocupação que eu tinha até eu chegar ao local era a comida, pois o sitio Pé na Terra é um espaço cooperativo que produz alimentos orgânicos há mais de 25 anos, e o menu era vegetariano. Mas minhas apreensões foram extintas ao ver que o jantar seria pizza. Mas pizza com massa feita por eles mesmo, e com tanta variedade de tipos de sabores que eu precisei me dar um basta antes que eu tivesse que voltar rolando para o quarto. Para os adultos, há a possibilidade de regar a refeição com um bom vinho ou até cerveja artesanal.

IMG_0184

Yummy breakfast by chef Cassio

Aliás, uma menção honrosa ao chef Cássio, que definitivamente ganhou o coração pelo estômago de todos que participaram daquela imersão. Acredite, as refeições são um dos pontos altos do The Fools!

Os participantes são alunos de inglês dos mais diversos níveis. Engana-se quem pensa que só vai encontrar proficientes ou avançados na imersão. Se você tem a possibilidade de manter uma conversação básica, já pode preparar a mala, pois a ideia do The Fools é justamente que você destrave o inglês. As atividades como the Ultimate Frisbee e Baseball fazem exatamente esse trabalho, onde a interação entre os participantes provocam uma informalidade que alivia a tensão de ter de se comunicar numa língua que não é a sua.

No domingo, após o almoço, o Diego tocou o sino que é de praxe para chamar os participantes e informar sobre as atividades do dia, e avisou que a partir daquele momento não precisava mais falar inglês, pois a imersão estava finalizada. O curioso, é que todos continuaram falando inglês, pois estavam acostumados com o ritmo e a naturalidade da comunicação.

O The Fools mantém seus programas ao longo do ano em todos os finais de semana. E nos dias 22, 23 e 24 de setembro eu estarei levando um grupo de alunos pra lá para ter essa mesma experiência. Se você quiser fazer parte do grupo, entre em contato comigo o quanto antes no fabio.emerim@gmail.com para maiores informações. Caso meu grupo lote, podemos nos programar para outro que haverá em outubro.

See you soon!

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s